INFÂNCIA

Iprede precisa de doação de alimento

Promover a nutrição e o desenvolvimento na primeira infância, período que vai do nascimento aos seis anos de idade. Esse é o principal objetivo do Instituto da Primeira Infância (Iprede), por meio da inclusão social de famílias que vivem em situação de pobreza. Todos os dias, as crianças atendidas pela instituição consomem 450 latas de leite integral, segundo a direção. Contudo, o estoque está baixo e só é capaz de suprir as necessidades por mais um mês.

Por isso, a entidade busca apoio para a arrecadação de donativos e para dar continuidade às atividades assistenciais. Atualmente, são atendidas mais de 800 famílias, de segunda à sexta, e cerca de 1.250 crianças ao mês, do Interior do Ceará e da Capital. No entanto, como as mães e cuidadoras também costumam levar irmãos, avós e até primos das crianças atendidas até o Instituto, esse número sobe para quase 3 mil pessoas. São necessárias 15 toneladas mensais de alimentos não perecíveis, que são distribuídos às famílias e utilizados para fazer um sopão nutritivo no horário do almoço.

Kit

"Nós somos muito conhecidos pelo leite, mas o alimento não perecível também é importantíssimo. Todo final de expediente, nós fornecemos um kit alimentação, onde vão insumos da cesta básica, como óleo, café, arroz. Como a gente lida com famílias abaixo da linha de pobreza, às vezes esse é o único alimento que elas terão naquele dia", diz o coordenador de ações sociais do Iprede, João Victor Furtado. (Diário do Nordeste)




Mais informações

Para saber como doar, ligue (85) 3218.4000