CONFIRMAÇÃO

Dois cearenses são anunciados para a equipe econômica de Meirelles

Mansueto de Almeida ficará na Secretaria de Acompanhamento Econômico e Carlos Hamilton foi indicado para o comando da Secretaria de Política Econômica

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou na manhã desta terça-feira (17) nomes de sua equipe econômica. Para a Secretaria de Acompanhamento Econômico, o ministro anunciou o economista Mansueto Almeida. No comando da Secretaria de Política Econômica, ficou definido o ex-diretor do Banco Central Carlos Hamilton.

Para a secretaria da Previdência, Meirelles anunciou Marcelo Caetano. "Caetano é um membro respeitado da área", disse o ministro ao anunciá-lo. O novo secretário já foi coordenador-geral de atuário da Previdência.

O ministro anunciou ainda Ilan Goldfajn para presidência do Banco Central no lugar de Alexandre Tombini. "Trabalhamos juntos no Banco Central no início do meu período", afirmou. Ambos estão em viagem e não estão ao lado de Meirelles.

O dirigente da Fazenda confirmou que decidiu antecipar o anúncio dos nomes para que a divulgação fosse feita antes da abertura do mercado financeiro. "Carlos Hamilton na secretaria de Política Econômica vai ser o formulador das políticas macroeconômicas que vão fundamentar as ações do governo federal", disse o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles ao anunciar o nome do novo secretário.

QUEM SÃO:

Veja breve biografia dos secretários cearenses:

Mansueto é formado em Economia pela Universidade Federal do Ceará e mestre em Economia pela Universidade de São Paulo (USP). Cursou Doutorado em Políticas Públicas no MIT, Cambridge, nos Estados Unidos, mas não defendeu a tese. É funcionário licenciado do Banco Central.

É técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), tendo assumido os seguintes cargos em Brasília: coordenador-geral de Política Monetária e Financeira na Secretaria de Política Econômica no Ministério da Fazenda entre 1995 e1997, assessor da Comissão de Desenvolvimento Regional e de Turismo do Senado Federal, de 2005 a 2006 e assessor econômico do senador Tasso Jereissati.

Já Carlos Hamilton também é funcionário licenciado do BC, onde também já ocupou os cargos de chefe e de chefe adjunto do Departamento de Estudos e Pesquisas. Antes de assumir cargos no BC, Carlos Hamilton passou pela Secretaria do Tesouro Nacional e pelo Banco do Estado do Ceará, na função de analista.

Ele também foi professor em cursos de graduação na Fundação Getulio Vargas e em cursos de graduação no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais, no Rio.

Antes de assumir a secretaria, Carlos Hamilton era executivo do grupo J&F, controlador da JBS.  (Diário do Nordeste)