NORTON

Conheça 5 dicas para manter sua privacidade enquanto procura por emprego na internet

Não caia em armadilhas virtuais durante a busca por oportunidades profissionais

Procurar emprego hoje em dia é bem diferente de como era há duas décadas. Atualmente, a busca geralmente começa e termina no ambiente online, o que torna o processo mais fácil e rápido, já que é possível fazer isso a qualquer hora do dia e em qualquer lugar. Contudo, a modernização da inscrição sai perdendo em termos de segurança. Muitas das informações do currículo podem ser usadas contra o candidato caso ele não seja cuidadoso com o que compartilha online.

A Norton sugere as seguintes dicas de segurança para manter a privacidade online durante a busca por emprego:

1. Limite as informações de contato oferecidas. Evite fornecer endereço residencial e links para redes sociais. Para facilitar o contato e manter a sua segurança, você pode criar uma conta de e-mail específica para a sua busca por trabalho a fim de limitar as solicitações indesejadas.

2. Seja seletivo sobre onde você publica seu currículo para assegurar a privacidade durante a busca por trabalho. Procure sites com boa reputação e que ofereçam uma política de privacidade. Leia a política cuidadosamente e procure um selo de privacidade como TRUST e/ou BBBOnLine.

3. Limite as informações pessoais. É comum que sites de emprego solicitem data de nascimento, o nome de solteira da mãe ou número da previdência social do candidato. No entanto, é necessário ter atenção ao fornecer esses dados: na maioria dos casos, um empregador legítimo solicitará esses detalhes em um formulário a ser preenchido no próprio site, e nunca por e-mail ou em janelas pop-up. Essas informações são recursos de segurança muito valorizados que podem acabar sendo úteis para invasores que tentam roubar ou comprometer sua identidade.

4. Faça uma lista de todos os lugares onde se inscreveu para uma vaga ou publicou o seu currículo para excluir o arquivo/cadastro depois de ter encontrado um emprego. Isso vai impedir que os seus dados fiquem disponíveis e vulneráveis por muito tempo na rede.

5. Fique atento a armadilhas. Os cibercriminosos buscam constantemente por oportunidades para se aproveitar dos candidatos e enviam mensagens para enganá-los. Se a descrição da vaga parecer boa demais para ser verdade, é provável que seja falsa. Certifique-se de que a conta de mídia social do recrutador ou do empregador seja verdadeira antes de clicar e se inscrever. Além disso, faça uma pesquisa online do nome da empresa ou do recrutador. (Diário do Nordeste)