BANCO ALEMÃO

Ceará obtém crédito de 57,6 milhões de euros

O Governo do Ceará e o banco alemão MLW Intermed Handels assinaram, ontem, no Palácio da Abolição, contrato de financiamento no valor de 57,6 milhões de euros, já aprovado pelo Senado Federal. Os recursos serão aplicados no Projeto de Modernização Tecnológica do Estado (Promotec II).

De acordo com o governador Camilo Santana, o contrato vai trazer mais agilidade aos serviços prestados à população. "Essa parceria com o banco alemão vai possibilitar a compra de equipamentos em diversas áreas do governo, permitindo que o Estado possa cumprir e prestar os seus serviços da melhor forma a população cearense. Sabemos que temos de contar com toda inovação, pois elas modernizam e dinamizam ainda mais os serviços públicos", afirmou Camilo.

O valor será destinado à compra de equipamentos de tecnologia que serão voltados às seguintes áreas: educação superior (Universidades Estaduais do Ceará e do Vale do Acaraú e Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial); segurança pública (Polícias Militar e Civil, Perícia Forense, Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas, Academia Estadual de Segurança e Casa Militar); finanças públicas (Secretaria da Fazenda); e meio ambiente (Superintendência Estadual do Meio Ambiente e Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos).

Atração de investimentos

O governador Camilo Santana também debateu ontem a atração de novos investimentos para o Estado, durante reunião com representantes da empresa EDP Energias, multinacional portuguesa que atua na geração, distribuição e serviços de energia elétrica. "A companhia tem atuação em 11 estados e tem intenção de expandir seus negócios no Ceará. Ressalto que continuamos trabalhando duro para atrair investidores para nosso estado e, assim, aumentar a geração de empregos", destacou o governador. (Diário do Nordeste)