Aos 75, Temer é o mais velho presidente a tomar posse

Aos 75 anos e quase oito meses –completa 76 no dia 23 de setembro– Michel Temer assumiu nesta quinta (12), a Presidência da República. Assim, se tornou a pessoa mais velha a chegar ao cargo.

O paulista não é o mais velho entre os que já ocuparam o cargo e estão vivos. Nascido em 1940, é nove anos mais novo do que FHC e dez do que José Sarney. Eles, no entanto, assumiram a chefia do Executivo mais novos: o sociólogo carioca, 84, aos 63 anos. O maranhense, 86, aos 54 anos.

Por pouco, Temer não empatou com outro peemedebista. Tancredo Neves, que seria o primeiro presidente civil após a ditadura, completara sete décadas e meia em 4 de março de 1985, pouco antes de morrer, no dia 21 de abril, sem jamais ter ocupado a Presidência, que ficou com seu vice –Sarney.

Há quase cem anos, outro político na terceira idade foi reeleito, mas não chegou a tomar posse: em 1918, Rodrigues Alves, 70, morreu de gripe espanhola sem voltar ao cargo.

Cabe então a Getúlio Vargas o segundo lugar entre os presidentes mais idosos do Brasil –quando tornou ao cargo, em 1951, estava a poucos meses de completar 69 anos.

Já o caçula da Presidência é Fernando Collor, que, em 1990, recebeu a faixa aos 40 anos. Ele foi também segundo mais novo entre os presidentes a deixar o cargo –aos 43 anos e quatro meses, só três a mais que Nilo Peçanha, que governou entre 1909 e 1910.  (UOL - Folhapress)