FOTOGRAFIA

Impressões de fora sobre o Ceará

19ª edição do Golpe de Vista reúne convidados estrangeiros para discutir o trabalho fotográfico no Estado

Imagens do fotógrafo italiano Antonello Veneri: foco em populações marginalizadas

Dois respeitados nomes estrangeiros na seara do registro fotográfico e audiovisual são os convidados para capitanear a 19ª edição do Golpe de Vista, projeto que ocorre pela segunda vez neste mês - a primeira trouxe Mestre Julio Santos e Nely Rosa discutindo o tema "Retratos Narrados".

Hoje (25), às 19h, no Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), quem assume o leme do encontro é o italiano Antonello Veneri e suas fotografias com a americana Nadia Sussman - que conduzirá o diálogo na sessão "Cartas Abertas". A dupla vai por em foco a temática "Olhares estrangeiros no Ceará".

Frequentemente empreendendo trabalhos no Brasil que, não à toa, possuem destaque internacional, ambos os premiados profissionais enxergam, nesta edição em específico, uma oportunidade de iniciar um intercâmbio ainda mais efetivo com a cena fotográfica local.

"Exatamente por isso decidimos realizar uma segunda edição só neste mês. Tê-los aqui no Ceará e poder contar com a sua presença para discutir a temática é algo bastante importante para nós", afirma o coordenador do projeto, Éden Barbosa.

Gratuito, o encontro é destinado a todos aqueles que desejam aprofundar seus conhecimentos sobre a linguagem da fotografia, sobretudo, neste caso, no campo do fotojornalismo, já que o cerne dos trabalhos dos dois convidados encontra-se nessa área.

Social

A preocupação com o meio social está no âmago das fotografias de Antonello, que ganharão maior relevo na noite de hoje. Por esse motivo, todas exibem uma apurada documentação do dia a dia de pescadores, trabalhadores de rua, entre outros cidadãos que, em geral, são invisíveis para uma grande parcela da sociedade.

O registro documental adquire nuances críticas quando confrontadas com a situação desses grupos sociais marginalizados, provocando reflexões sobre o alcance da arte, no quanto ela pode intervir sobre a realidade de modo a transformá-la, torná-la melhor. Ao mesmo tempo, tal ação revela um profissional inquieto em estabelecer conexões com um trabalho de engajamento, indo além da preocupação com a captação do momento para o melhor clique.

Além do diálogo promovido pelo Golpe de Vista, Antonello também ministrará um workshop, de 27 a 29 de maio, na escola Travessa da Imagem, abordando o tema "A Arte do Retrato".

Durante a oficina, sobrará espaço para o fotógrafo trabalhar com os participantes técnicas de abordagem dos fotografados, luz e composição, otimizando o registro visual não só com o aperfeiçoamento da técnica em si, como também através de um maior contato dos estudantes com a realidade de Fortaleza. Processos envolvendo a edição e pós-produção das imagens também estão inclusos na programação do evento, que tem duração de 16h/aula.

Nesse tempo, o italiano apresentará ainda trabalhos produzidos em solo brasileiro, como "A Fortaleza dos Seres Invisíveis", sobre a população de rua na capital cearense, e fotos suas premiadas pela revista National Geographic.

O investimento é de R$ 550, valor que pode ser parcelado em até 2 vezes sem juros apenas na sede da Travessa da Imagem. As inscrições poderão ser feitas no próprio site da instituição e são limitadas a apenas 15 alunos.

Ofício imagético

Formado em Literatura Italiana e História, e já tendo sido editor chefe de um jornal na Itália, foi no terreno da fotografia que Antonello Veneri se sentiu mais à vontade para intervir sobre a realidade, onde quer que estivesse.

Atualmente fotografando para veículos como o jornal La Repubblica (ITA), Folha de São Paulo, Isto É, Globo, entre outros, o profissional têm imagens de sua autoria publicadas em inúmeros periódicos no mundo. Em 2014, inclusive, ganhou o prêmio de melhor reportagem da National Geographic Itália.

Também colabora há vários anos com a ONG de São Paulo, Lua Nova, e com o Ministério da Saúde do Brasil (Fiocruz) em projetos de documentação social, investindo no ato de narrar, através de suas imagens, as histórias e o cotidiano das periferias brasileiras.

Já a americana Nadia Sussman mora no Rio de Janeiro desder 2013, atuando como jornalista e videomaker. Suas produções audiovisuais retratam de forma intimista questões que regem os direitos humanos, o meio ambiente e a desigualdade social.

Realiza também coberturas de grandes eventos no Brasil para periódicos estrangeiros, como os jornais The New York Times, BBC e The Wall Street Journal. (Diário do Nordeste)


Mais informações:

19ª edição do Golpe de Vista, com Antonello Veneri e Nadia Sussman. Hoje (25), às 19h, no Auditório do CDMAC (R. Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema). Gratuito.

Contato: (85) 3488.8600