ZPE

CE negocia com montadora de veículos blindados militares

Companhia fornece modelos para uso do Exército do Estados Unidos. Investimento estimado é de US$ 200 milhões e geração de 300 empregos especializados

Uma montadora de veículos blindados de uso militar tem interesse em instalar uma fábrica no Ceará, na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), localizada no Complexo Portuário e Industrial do Pecém. As informações são da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE).

A companhia responsável é de nacionalidade norte-americana. O nome não foi divulgado a pedido da própria empresa, mas o investimento global será de US$ 200 milhões e com possibilidade de gerar 300 empregos qualificados nas áreas de engenharia.

“Apresentamos a ZPE para os investidores. Os veículos que serão produzidos são de alto valor agregado”, explica a titular da SDE, Nicolle Barbosa. Ao todo serão 30 unidades fabricadas por mês e direcionados exclusivamente para a exportação.

A empresa, segundo Nicolle, fornece veículos para o Exército dos Estados Unidos. “Levarão para os acionistas nossas propostas de incentivos. Devem voltar para o Estado dentro de três meses”, adianta. Não há previsão para a assinatura de um eventual protocolo de intenção.

A titular da SDE destaca a tendência de mudança nos rumos das atividades econômicas do Ceará, fortemente ligada à produção de gêneros agrícolas, setor têxtil e calçadista. “O foco é mudar o perfil da nossa economia, buscando sempre a inovação, para termos setores mais desenvolvidos”, afirma. Um dos setores mais beneficiados com a vinda da empresa seria o metalmecânico.

Outro negócio em fase de prospecção é um hotel 7 estrelas que o Ceará pode receber. O empreendimento é de nacionalidade libanesa. Três áreas em municípios foram separadas para abrigar, caso as negociações evoluam, a unidade: Aracati, Cascavel e Cruz. “O empreendimento iria para o Rio de Janeiro. Querem uma área de praia mais reservada e que tenha proximidade com aeroportos”, explica Nicolle. Ao todo, devem ser gerados 2,5 mil empregos diretos e até 5 mil indiretos.

Zotye

O Estado também negocia com a montadora chinesa Zotye a instalação de uma fábrica de automóveis comerciais. O valor do investimento é de R$ 200 milhões. O diretor geral da Zotye no Brasil, Cadu Barbosa, informou que a empresa se posiciona de maneira favorável à instalação. “A aprovação da China está certa. Vamos ainda conversar com o Governo do Estado”, explica.

Para operar, o Governo estadual havia pedido à empesa chinesa uma produção de 100 mil veículos ao ano. A fabricante usaria o Porto do Pecém como plataforma de exportação para a América Latina. ( O Povo)