CONFIRA OS NOMES

Michel Temer assina por volta das 11h30 e agora é o presidente em exercício do Brasil.

Equipe já é criticada por não ter nenhuma mulher; Henrique Meirelles (Fazenda), Gilberto Kassab (Comunicações) e José Serra (Relações Exteriores) foram confirmados

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) foi notificado do afastamento presidente Dilma Rousseff por volta das 11h30 desta quinta-feira (12) e se tornou, oficialmente, presidente interino enquanto durar o processo de impeachment no Senado, cujo prazo máximo são 180 dias.

A notificação foi entregue a Temer no Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência, pelo senador Vicentinho Alves (PR-TO), primeiro-secretário da Mesa Diretora do Senado. O peemedebista estava acompanhado de seus aliados que comporão a sua futura equipe ministerial.
Temer "muito entusiasmado"

Após entregar a notificação para Temer, o senador Vicentinho Alves afirmou que o peemedebista não fez comentários, mas que está "muito entusiasmado".

"O presidente Michel é sempre muito contido. Ele recebeu com naturalidade, muito elegante, muito formal, mas também a gente percebe no sorriso que ele está muito entusiasmado", afirmou Vicentinho. Vicentinho chegou ao Palácio do Jaburu, residência oficial do vice, por volta das 11h20 para notificar Temer sobre o afastamento de Dilma.

O mandado de notificação destinado a Temer informa que, a partir do recebimento da intimação de Dilma Rousseff, "está instaurado o processo de impedimento por crime de responsabilidade", ficando ela suspensa de suas funções até a conclusão do julgamento no Senado. (Diário do Nordeste)



Também no final da manhã, o agora presidente em exercício Michel Temer divulgou uma lista com os 22 titulares do ministério do novo governo. Confira a lista:

1 - Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
2 - Raul Jungmann, ministro da Defesa
3 - Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
4 - Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo
5 - Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional
6 - Bruno Araújo, ministro das Cidades
7 - Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
8 - Henrique Meirelles, ministro da Fazenda
9 - Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura
10 - Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil
11 - Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
12 - Leonardo Picciani, ministro do Esporte
13 - Ricardo Barros, ministro da Saúde
14 - José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente
15 - Henrique Alves, ministro do Turismo
16 - José Serra, ministro das Relações Exteriores
17 - Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho
18 - Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania
19 - Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil
20 - Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
21 - Fábio Osório Medina, AGU
22 - Marcos Pereira, ministro da Indústria e Comércio