EDIÇÃO 2016

Enem tem 6,72 milhões de candidatos; inscrições terminam na sexta

Candidatos têm que preencher ficha pelo site do Inep e pagar taxa de R$ 68, que pode ser efetuada em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos correios até as 21h59 do dia 25 de maio

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) recebeu 6.729.981 inscrições até as 16h45 desta quinta-feira (19), segundo dados do Inep, órgão do Ministério da Educação responsável pelo exame.

A avaliação é adotada como critério de seleção e ingresso na maioria das universidades e institutos federais. Também é critério de acesso ao Financiamento Estudantil (Fies) e a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni).

As inscrições terminam às 23h59 (horário de Brasília) de sexta-feira (20). Os candidatos têm que preencher ficha pelo site do Inep e pagar taxa de R$ 68.

O pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos correios até as 21h59 do dia 25 de maio.

Estão isentos da taxa alunos do terceiro ano do ensino médio de escolas públicas e candidatos que declararem impossibilidade de pagá-la, mediante ficha a ser preenchida também na página do Inep.

Em 2015, o Enem recebeu 7,7 milhões de inscritos. A estimativa do MEC em abril, ao lançar a edição deste ano, era que o número de interessados em participar das provas neste ano fosse próximo ao registrado no ano anterior.

Mas as inscrições até o momento indicam que dificilmente o número será atingido.

Datas e horários

Neste ano, as provas ocorrerão nos dias 5 e 6 de novembro. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e ciências da natureza. No dia seguinte, ocorrem as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática.

Aplicado geralmente em outubro, o Enem deste ano foi adiado por causa das eleições de 2016, medida que também já aconteceu nos anos anteriores.

Os portões dos locais de prova devem ser abertos às 12h do horário de Brasília, e fechados às 13h. Assim como no ano passado, haverá um intervalo de 30 minutos de espera entre o fechamento dos portões e o início das provas, como medida de segurança.

A edição 2016 do exame terá um novo procedimento de segurança, com a coleta de dados biométricos, ou seja, das digitais dos participantes. (Diário do Nordeste)