PRAZO ENCERRA AMANHÃ

Mais de 28% dos cearenses ainda não declararam IRPF

A aproximadamente 48 horas do prazo final (que se encerra na meia-noite do dia 29 de abril para o dia 30), cerca de 177 mil cearenses ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) à Receita Federal. Dos 625 mil documentos esperados para o Estado do Ceará, apenas 447,7 mil foram entregues até a tarde de ontem, o que representa 71,6% do total. Dessa forma, mais de 28% dos cearenses terão apenas o dia de hoje e de amanhã para fazer a entrega do IRPF, o que pode representar riscos.

Se o preenchimento da declaração for feito depois das 16h de sexta-feira (29) e haja alguma pendência a ser paga, por exemplo, o contribuinte não encontrará mais bancos abertos para fazê-lo, o que pode inviabilizar o processo caso a pessoa não possua acesso a serviços de internet banking. Além disso, a falta de documentos e o próprio congestionamento no site da Receita, onde o formulário é disponibilizado, também podem vir a ser dificuldades encontradas pelos declarantes que deixaram a obrigação para a última hora.

Erros e multas

Os indivíduos que notarem qualquer erro ou inconsistência no documento enviado, devem enviar uma nova declaração retificadora, que substituirá o certificado originalmente entregue à Receita Federal.

Os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos ao pagamento de multa no valor de R$ 165,74 (mínimo) ou de 1% do imposto devido por cada mês de atraso, podendo chegar até 20% do tributo total (máximo); o maior valor prevalece.

Nacional

No Brasil, o ritmo de entrega dos documentos segue mais ou menos o mesmo verificado no Ceará. Até a tarde de ontem, cerca de 20,1 milhões de declarações haviam sido entregues à Receita, o que representa aproximadamente 70,5% das 28,5 milhões previstas para este ano.

Como prestar contas

O programa gerador da declaração pode ser baixado no site da Receita (http://idg.receita.fazenda.gov.br/), enquanto o aplicativo para dispositivos móveis (tablets e smartphones) está disponível nas plataformas Android (Samsung) e iOS (Apple), podendo ser adquirido nas lojas virtuais de cada sistema. (Diário do Nordeste)