PRIOBIDO

Eduardo Cunha está inconformado com proibição de ir à Câmara

Mais opções
Eduardo Cunha (PMDB) tem demonstrado inconformismo com o fato de não poder frequentar a Câmara dos Deputados. Suspenso do mandato, ele diz que é um cidadão brasileiro e que, como qualquer outro, tem direito de ir ao parlamento de seu próprio país.

MINHA VIDA
Cunha estuda recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) para ao menos poder pisar na Casa que presidiu por mais de um ano.

NÃO PRECISAVA
Em conversas com mais de um interlocutor, ele volta suas baterias quase todas a Dilma Rousseff e ao ex-ministro José Eduardo Cardozo, além de líderes do PT, a quem credita todo o seu infortúnio. Na semana em que Michel Temer assumiu o governo, disse: "Precisava de tudo isso?". Há alguns meses, ele tentou um acordo com o partido em que ambos, ele e Dilma, se salvariam.

EU TENTEI
Cunha poupa Lula de críticas. O ex-presidente chegou a apoiar a possibilidade de um acordo entre o deputado e o PT há alguns meses. Conversou com parlamentares do partido e teve pelo menos um encontro discreto com o então presidente da Câmara. O PT não concordou. (Monica Bergamo)