SPC

Dívidas bancárias pesam na inadimplência

As dívidas bancárias foram a principal razão para o crescimento da inadimplência no mês de maio, que aumentou 2,78% em relação ao mesmo mês do ano passado. Pelos números do SPC Brasil/CNDL, o volume maior de problemas está concentrado entre as pessoas físicas.

Vale ressaltar que nessas dívidas bancárias estão incluídos os cartões de crédito, cheque especial, empréstimos, financiamentos e seguros, cuja alta da inadimplência foi de 6,42%. Portanto, refletem bem as taxas de juros cobradas que continuam bem distantes da Selic.

Ou seja: para o Banco Central, os juros são de 6,40% ao ano; para o mercado financeiro podem superar os 300%. Uma situação difícil de aguentar em um momento de aumento do desemprego e queda da renda. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)