CARIRI

Os novos desafios para a economia do Cariri

TRIBUNADOCEARÁ
Os novos desafios para a economia do Cariri

A entrada da concessionária espanhola Aena Desarrollo Internacional na gestão do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes sinaliza avanço socioeconômico a Juazeiro do Norte e para o Cariri como um todo. Mas há desafios para a consolidação desse cenário.

O município dividirá expectativa de investimentos com Recife, onde há maior fluxo de passageiros e o hub da Azul. Outro ponto será a necessidade de melhoria na infraestrutura do Cariri para sustentar o interesse de investidores após a concessão. Especialistas, empresários e governo avaliam que a região está preparada para encarar o novo momento.

Adalberto Febeliano, professor de Economia do Transporte Aéreo, explica que a empresa poderá ter a capital pernambucana como polo principal, devido ao hub aéreo da Azul. Pondera, no entanto, que o terminal cearense tem outras vantagens. "Mas há outros equipamentos interessantes, assim como todo o bloco Nordeste. Se formos analisar, com exceção de Recife - que é marcado mais por voos de negócios -, os demais são mais turísticos e de passagem de familiares", diz, informando que a Aena tem foco no turismo.

"A concessão é um marco para Juazeiro (do Norte). Todos os lotes tiveram empresas dando lances acima do valores e isso demonstra que existe uma confiança no setor de transporte aéreo. Esse aspecto é muito importante para desenvolver os produtos turísticos", complementa. Para o secretário do Desenvolvimento Econômico e Inovação do Município (Sedeci), Michel Araújo, o resultado do leilão foi "além das expectativas". "Não esperávamos um ágio tão alto", comemora.

Ele ressalta que a espera agora será por aumento no fluxo de voos e passageiros. O Aeroporto de Juazeiro terá gestão compartilhada nos próximos três meses. Após esse período, necessária para alinhar as questões jurídicas, assume integralmente a administração do equipamento.

Arnon Bezerra, prefeito de Juazeiro acredita que "agora toda região irá tomar um novo ritmo". Sobre necessidade de melhorar a infraestrutura para atrair novos investimentos, ele afirmou que há uma preparação de Parcerias Público-Privadas (PPP) para o abastecimento de água, mobilidade e asfalto.

O secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, acrescenta que é positivo para o Nordeste que os três maiores terminais estejam na mão da iniciativa privada. "Isso é importante para estimular os números, ficará mais fácil negociar novos voos", destaca. Outro benefício, cita, é a visibilidade dos atrativos turísticos além do religioso. A expectativa é que todo Cariri receba mais visitantes para o ecoturismo, que tem o Geopark como vitrine.

A possibilidade de expansão da infraestrutura aeroportuária e melhoria nos serviços viabilizam o aumento das exportações e diminuição de custos logísticos. Juazeiro do Norte exporta principalmente calçados e máquina de costura. Entre janeiro e outubro de 2018, vendeu US$ 320,4 milhões em produtos. Os principais compradores são os países do Mercosul: Paraguai (56,3%) e Argentina (38,5%).

"Poderá ter mais condições para mercadorias exportadas via modal aéreo, como o calçado. Mas, para isso, é preciso ter conhecimento se irá operar cargas e terá porões destinados serviço", enumera Karina Frota, gerente do Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado (Fiec). Em 2018, foram transportados 1.003,5 milhão em mercadorias, segundo a Anac.

Douglas Feitosa, presidente Câmara de Dirigentes Lojistas de Juazeiro (CDL Jovem), destaca que o mercado está otimista e prevê crescimento na atividade econômica. A percepção é a mesma para Luciana Rodrigues, proprietária do restaurante Malu. "Vai melhorar em todos os sentidos", projeta. A empresária vai investir na capacitação dos profissionais, que farão curso de inglês e já planeja a contratação novos funcionários para caixa e cozinheiro.

Alexandra Melo, que tem uma franquia do curso de inglês Wizard, observou aumento na demanda. Ela conta que abriram uma turma nova para agentes aeroportuários, que já estão na Cidade recebendo o treinamento. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)