CEARÁ

Robinson de Castro diz que clube briga com o Bahia para ser maior do Nordeste e quer mais sócios torcedores

Edimar Soares - O POVO
Robinson de Castro diz que clube briga com o Bahia para ser maior do Nordeste e quer mais sócios torcedores

Em entrevista exclusiva por quase uma hora concedida ao programa Futebol do POVO desta terça-feira, 6, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, disse considerar que o clube briga firme para ser o maior da região Nordeste.

“O projeto atual do Ceará é um projeto vencedor. Desde a fundação do Clube dos Treze até aqui nós participamos em quatro oportunidades na primeira divisão. Bahia, Sport e Vitória tiveram, mesmo não estando na Série A, as mesmas cotas de Série A durante quase 30 anos, com injeção de caixa constante. Se nosso projeto tivesse tido essa oportunidade nós éramos campeões do mundo porque é muito dinheiro.

O que a gente faz com apenas essas quatro passagens e o resto do tempo estando na Série B com um orçamento bem menor…agora estamos brigando para ser o maior do Nordeste, porque hoje considero o Bahia um pouco na frente só por conta do orçamento, não é por prática, por estrutura esportiva, dentro de campo, nada disso, embora nós temos uma vantagem porque nosso endividamento é de apenas R$ 8 milhões e o deles (Bahia) é R$ 170 milhões”.

O dirigente também disse considerar que 15 mil sócios torcedores adimplentes – dado atual passado pelo próprio Robinson – ainda é um número baixo e admitiu que a comunicação com a torcida precisa melhorar. “Nós precisamos evoluir a nossa relação com o nosso torcedor e nosso consumidor. Isso a gente está devendo, mas o nosso torcedor também está devendo porque a quantidade de  sócios que nós temos eu acho pouco pelo potencial. Temos que ter 20 ou 25 mil permanentes, estamos na Série A e o estádio sempre tem que estar cheio”, afirmou.  (O Povo - é parceiro de oxereta.com)