VACINAÇÃO NO CEARÁ

Problemas técnicos e geográficos dificultam cumprimento de meta de vacinação no Ceará

Nota emitida pelo Conselho das Secretarias Municipais de Saúde declara que diversos fatores dificultam a imunização em alguns municípios do Ceará. Informações surgem após penalização a cidades que não atingiram 85% de aplicação das doses recebidas

Tânia Rêgo/Agência Brasil
37 cidades do Ceará seriam penalizadas

O Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/CE) publicou nota de esclarecimento sobre o cumprimento da meta de vacinação contra a Covid-19 nas cidades cearenses. A nota, emitida nesta sábado, 2, faz referência aos 37 municípios que não seriam contemplados com novas doses por não atingirem 85% de aplicação das doses recebidas.

Segundo a Conselho, a meta e a penalidade não foram dialogadas com os municípios. Além disso, o comunicado ressaltou que alguns fatores de ordem estrutural, técnica e até mesmo geográfica dificultam a imunização em diversas cidades do Estado.

Na nota, foi esclarecido que as informações das doses aplicadas por cada município são realizadas através de formulário criado pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), onde o preenchimento é feito sempre até as 12 horas de cada dia. Os municípios relatam estarem informando regularmente a contento todos os dados através do referido formulário. No entanto, alguns fatores podem atrasar o lançamento das informações no sistema, como velocidade de conexão da internet nas unidades, congestionamento do sistema, dentre outros.

Além disso, foi pontuado que a meta populacional de alguns municípios é diferente da realidade local, pois o quantitativo de pessoas é maior do que o estipulado para a faixa etária indicada pelo Estado, o que amplia a dificuldade de se atingir a referida meta. Assim, o Cosems reforçou que as cidades estão empenhadas no enfrentamento à pandemia e solicitou a revisão da penalidade de acordo com a situação de cada município. (O Povo - é parceirto de oxereta.com)


Confira a lista dos 37 municípios que seriam penalizados com o não repasse de mais doses do imunizante:

Aquiraz
Itaitinga
Apuiarés
Caucaia
Acarape
Guaiúba
Maracanaú
Amontada
Itapipoca
Trairi
Tururu
Umirim
Pedra Branca
Solonópole
Iracema
Catunda
Coreaú
Massapê
Santana do Acaraú
Senador Sá
Juazeiro do Norte
Cascavel
Horizonte
Pacajus
Cruz
Jijoca de Jericoacoara
Morrinhos
Parambu
Novo Oriente
Quiterianópolis
Barro
Altaneira
Antonina do Norte
Araripe
Potengi
Salitre
Tarrafas