ELEIÇÕES 2022

Vereadora aliada diz que "ego de Izolda e Camilo" pode entregar eleição a Capitão Wagner

Enfermeira Ana Paula diz que tem havido violência política de gênero na disputa. As críticas da parlamentar ocorrem num momento de acirramento envolvendo os nomes da governadora Izolda e do ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio na disputa pela nomeação para representar o bloco governista

André Lima
Vereadora Enfermeira Ana Paula (PDT)

A vereadora de Fortaleza Enfermeira Ana Paula (PDT) fez duras críticas à governadora Izolda Cela (PDT) e ao ex-governador Camilo Santana (PT), nas redes sociais, nesta sexta-feira, 8. De acordo com a parlamentar, o "ego" de ambos poderá entregar a condução do Estado ao deputado federal Capitão Wagner (União Brasil), principal nome da oposição e pré-candidato ao governo.

“O ego da Izolda e do Camilo Santana poderá definir a eleição e entregar ao Capitão Wagner a condução do Estado. Já estão apelando até para a violência política de gênero. Acordem Camilo e Izolda. Isso aconteceu em 2018 e Bolsonaro foi eleito”, disparou a vereadora.

Ana Paula defendeu ainda que egos, vaidades e ingratidão “não cabem para o momento que estamos vivendo”. Também nesta sexta-feira, o presidente Estadual do PDT, deputado federal André Figueiredo, pregou união entre os quadros do partido na escolha do nome que concorrerá à sucessão governamental nas eleições do próximo dia 2 de outubro.

A disputa concentra-se de formam mais intensa entre a governadora Izolda Cela e o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio. Os dois são motivo de acirramento entre setores do PDT e de partidos aliados.

Nesta semana, uma pesquisa Quaest contratada pelo PDT para orientar a escolha de quem será o candidato ou candidata do partido ao Palácio da Abolição apontou vantagem de RC, que aparece tecnicamente empatado com Wagner. Já Izolda, de acordo com o levantamento, ficou 22 pontos atrás do parlamentar da oposição.

Em resposta, aliados da governadora lançaram manifestos em defesa da sua candidatura. Izolda chegou a dizer que colocou seu nome para "unir" e representantes de partidos aliados e do setor cultural divulgaram textos pedindo a indicação da governadora ao posto de candidata oficial do bloco governista. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)